Wilson Frezzatti Jr. NIETZSCHE E A PSICOFISIOLOGIA FRANCESA DO SECULO XIX

Wilson Frezzatti Jr

Nietzsche e a psicofisiologia francesa do século XIX.

 

 

       Dirigindo-se à França do século XIX, Wilson Frezzatti procura resgatar o itinerário que ligou filosofia, fisiologia e psicologia, ou seja, situar o ambiente e as teses que ampararam o surgimento de um estudo fisiopsicológico ou psicofisiológico em relação com o discurso filosófico daquele momento. Nessa perspectiva, o que Frezzatti mostra é que Nietzsche não se coloca na condição de um cientista ou seguidor das ideias de Ribot, mas na de alguém que empregou alguns conceitos psicológicos conforme suas necessidades filosóficas. Ademais, ao lado de semelhanças entre seu pensamento e o de Ribot, encontraremos diferenças que são cruciais para que o autor de Além de bem e mal mantenha sua independência filosófica e seu projeto de superação da metafísica e de elevação da cultura (a filosofia do porvir) […]. A construção da psicologia nietzschiana se faz contra a psicologia vigente, o que lhe dá um caráter antimetafísico, antimoral e antiidealista.

 

São Paulo

Humanitas

2019

228 p.

ISBN : 978-85-7732-360-9



Citer ce billet
Patrick Wotling (2019, 20 novembre). Wilson Frezzatti Jr. NIETZSCHE E A PSICOFISIOLOGIA FRANCESA DO SECULO XIX. GIRN. Consulté le 13 juin 2024, à l’adresse https://doi.org/10.58079/p23p

Laisser un commentaire

Votre adresse e-mail ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

Ce site utilise Akismet pour réduire les indésirables. En savoir plus sur comment les données de vos commentaires sont utilisées.